domingo, 30 de abril de 2017

BOM DOMINGO!


Imagem campeã do Cristo Redentor, com a Baia da Guanabara ao fundo para desejar a todos um BOM DOMINGO!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

HOJE É DIA DE PARAR O BRASIL CONTRA A RETIRADA DE DIREITOS


Hoje é dia da Greve em todo o país por direitos. Dia da resposta de toda a classe trabalhadora se unir e gritar bem alto... Não aceitamos a retirada de nossos direitos!!!

É a antiga e atual, LUTA DE CLASSES, quem tem o poder do capital, querendo espoliar os trabalhadores para aumentar suas fortunas e os trabalhadores lutando para ter o seu trabalho reconhecido dignamente. Ter condições dignas de trabalho, com direitos, salários dignos e principalmente, dignidade de levar algo para sua família no final do dia.

NÃO A REFORMA TRABALHISTA!
NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!
NÃO A TERCEIRIZAÇÃO!

terça-feira, 25 de abril de 2017

A QUEM INTERESSA DESTRUIR A BIOGRAFIA DO EX-PRESIDENTE LULA?


É hora de perguntar a quem interessa destruir Lula, quando o ex-presidente se posiciona contra o fim dos direitos trabalhistas e previdenciários. A quem interessa destruir Lula, quando o patrimônio brasileiro – reservas minerais na Amazônia, o pré-sal, estatais – são colocados a venda a preço de banana? A quem interessa reescrever a biografia do maior líder popular do país?
O sistema político brasileiro parece ter entrado em colapso após a divulgação das delações da Odebrecheth. A ser verdade o que consta nos depoimentos dos diretores da empresa, não sobraria ninguém para contar a história. Quase todos os políticos com alguma visibilidade estão citados mas são os petistas e particularmente o ex-presidente Lula que recebem da imprensa a cobertura mais destacada e porque não dizer, a mais tendenciosa. 
Não é de hoje que a chamada grande mídia comercial trata o ex-presidente Lula a pão de ló. O ódio de classe do baronato com o ex-lider sindical só aumentou com o êxito de seus dois mandatos, quando este obteve mais de 80% de aprovação dos brasileiros. O bombardeio intermitente se apoia em delações de diretores de empreiteira que para se verem livres da pesada tortura das prisões curitibanas seriam capazes de delatar a própria mãe. O alvo da operação Lava Jato sempre foi Luís Inácio Lula da Silva, responsável desde sempre pelo desaforo de ocupar um lugar que deveria ser desde sempre dos donos da nação, uma elite branca, machista, excludente e truculenta, não por acaso a mais atrasada do mundo.
Caso Odebrecht: Por que voltam a atacar Lula e sua biografia
Perguntas e Respostas
O ex-presidente Lula está mais uma vez no centro de intenso bombardeio midiático. Na liderança do ataque, o Jornal Nacional da Rede Globo divulgou 40 minutos de noticiário negativo em apenas 4 edições. Como vem ocorrendo há mais de dois anos, Lula é alvo de acusações frívolas e ilações que, apesar da virulência dos acusadores, não apontam qualquer conduta ilegal ou amparada em provas. Desta vez, no entanto, além de tentar incriminar Lula à força, há um esforço deliberado de reescrever a biografia do maior líder popular da história do Brasil.
Os depoimentos negociados pelos donos e executivos da Odebrecht – em troca da redução de penas pelos crimes que confessaram – estão sendo manipulados para falsificar a história do governo Lula. Insistem em tratar como crime, ou favorecimento, políticas públicas de governo voltadas para o desenvolvimento do país e aprovadas pela população em quatro eleições presidenciais.
São políticas públicas transparentes que beneficiaram o Brasil como um todo – não apenas esta ou aquela empresa – como a adoção de conteúdo nacional nas compras da Petrobras, a construção de usinas e integração do sistema elétrico, o financiamento da agricultura, o apoio às regiões Norte e Nordeste, a ampliação do crédito a valorização do salário e as transferências de renda que promoveram o consumo e dinamizaram a economia, multiplicando por quatro o PIB do país.
Estas políticas não foram adotadas em troca de supostos benefícios pessoais, como querem os falsificadores da história. Elas resultaram do compromisso do ex-presidente Lula de proporcionar uma vida mais digna a milhões de brasileiros.
Por isso Lula deixou o governo com 87% de aprovação e é apontado pela grande maioria como o melhor presidente de todos os tempos. É contra esse reconhecimento popular que tentam criar um falso Lula, apelando para o preconceito e até para supostas opiniões de quem chefiou a ditadura, de quem mandou prender Lula por lutar pela democracia e pelos direitos dos trabalhadores.
No verdadeiro frenesi provocado pela edição dos depoimentos da Odebrecht, é preciso lembrar que estes e outros delatores da Lava Jato foram pressionados a apresentar versões que comprometessem Lula. Mas tudo o que apresentaram, antes e agora, são ilações sem provas.
E é preciso lembrar também que essa teia de mentiras está sendo lançada contra Lula às vésperas do julgamento de uma ação na Vara da Lava Jato que pretende condená-lo não apenas sem provas, mas contra todas as provas testemunhais e documentais de sua inocência.
E lembrar ainda que o novo bombardeio de mídia foi deflagrado no momento em que, mesmo não sendo candidato, Lula é apontado crescentemente nas pesquisas como o favorito para as eleições presidenciais.
Por tudo isso, é necessário analisar cada uma das ilações apresentadas, para desfazer cada fio dessa a teia de mentiras.
Há algum ato ilegal de Lula relatado na delação da Odebrecht?
Não há. Delações não são provas, mas informações prestadas por réus confessos que apenas podem dar origem a uma investigação. A legislação brasileira proíbe expressamente condenações baseadas somente em delações, negociadas em troca da obtenção de benefícios penais por réus confessos. As delações devem ser investigadas e os depoimentos de delatores expostos ao questionamento dos advogados de defesa. Por enquanto, o que existe, são depoimentos feitos aos procuradores, a acusação, divulgados de forma espetacular antes dos advogados terem acesso a eles. 
No passado, depoimentos divulgados de forma semelhante - como os de Paulo Roberto da Costa, Nestor Cerveró e Delcídio do Amaral - quando confrontados com depoimentos em juízo dos mesmos colaboradores não revelaram qualquer crime ou prova contra o ex-presidente Lula.
É parte da estratégia de lawfare e uso da opinião pública da Lava Jato, teorizada por Sérgio Moro em artigo de 2004, "deslegitimar o sistema político" usando a mídia, e destruir a imagem pública dos seus alvos para substituir o devido processo legal pela difamação midiática.
Sítio em Atibaia
Há mais de um ano a Lava Jato investiga um sítio no interior de São Paulo. Os proprietários do sítio, que não é do ex-presidente Lula, já provaram a propriedade e a origem dos recursos para a compra do sítio. Mesmo o relato de Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar indicam que eles desconhecem de quem é a propriedade, além do que ouviram em boatos, e de que a reforma de tal sítio seria uma surpresa para o ex-presidente, dentro de uma ação que não o envolveu em uma propriedade que não é sua. É estranho nesse contexto que Emílio Odebrecht diga que na véspera do fim do mandato tenha "avisado" Lula da obra. E é inadmissível que o silêncio de Lula, diante do suposto aviso, seja interpretado como evidência. O sítio não é do ex-presidente, não há nenhum ato dele em relação ao sítio, nem vantagem indevida, patrimônio oculto ou contrapartida.
"Terreno"  e doações ao Instituto Lula
Como já foi repetido várias vezes e comprovado nos depoimentos e documentos, o Instituto Lula jamais recebeu qualquer terreno da Odebrecht. Ele funciona em um sobrado adquirido em 1991. O tal terreno foi recusado. E foi recusado porque sequer havia sido solicitado pelo Instituto ou por Lula. É prova do lawfare e perseguição a Lula que um terreno recusado seja objeto de uma ação penal.
O Instituto recebeu doações de dezenas de empresas e indivíduos diferentes. Todas registradas. As doações da Odebrecht não representam nem 15% do valor total arrecadado pelo Instituto antes do início de uma perseguição judicial. Todas as doações foram encaminhadas por meio de diretores com o devido registro fiscal. Jamais houve envolvimento de Antonio Palocci ou de qualquer intermediário nos pedidos de doação ao Instituto. Os depoimentos de delatores Alexandrino Alencar e Marcelo Odebrecht inclusive se contradizem sobre esse assunto.
“Conta amigo”, os milhões virtuais que Lula nunca recebeu
Esta é a mais absurda de todas as ilações no depoimento de Marcelo Odebrecht. Ele disse que Lula teria uma "conta corrente" na empresa. Ora diz que essa conta seria de 35 milhões, ora seria de 40 milhões, mas ressalva que jamais conversou com Lula sobre essa conta. Narra uma confusa movimentação de saída e entrada de recursos, citando a compra de um terreno (depois devolvido), uma doação ao Instituto Lula e supostas entregas em dinheiro vivo a Branislav Kontic, totalizando R$ 13 milhões. Diz ainda que parte da reserva continuou na tal conta.
Se for verdadeiro o depoimento, Marcelo Odebrecht teria feito, na verdade, um aprovisionamento em sua contabilidade para eventuais e futuros transferências ou pagamentos. Isso é muito diferente de dizer que havia uma “conta Lula” na Odebrecht, como reproduzem as manchetes levianas. A ser verdadeira, trata-se, como está claro, de uma decisão interna da empresa. Uma “conta” meramente virtual, que nunca foi transferida, nem no todo nem em parte, que nunca se materializou em benefícios diretos ou indiretos para Lula.
O fato é que Lula nunca pediu, autorizou ou sequer teve conhecimento do suposto aprovisionamento.
As três supostas evidências apresentadas sobre a conta virtual desmoronam diante da realidade, a saber: a) o terreno comprado supostamente para o Instituto Lula nunca foi entregue, porque nunca foi pedido por quem de direito; b) as doações da Odebrecht para o Instituto Lula foram feitas às claras, em valores contabilizados na origem e no destino, e informadas à Receita Federal, em transação transparente; c) a defesa de Branislav Kontic negou, em nota ao Jornal Nacional, que seu cliente tenha praticado as ações citadas pelos delatores.
Todos os sigilos de Lula e sua família - bancários, fiscal, telefônico - foram quebrados. O Ministério Público sabe a origem de todos os recursos recebidos por Lula, o destino de cada centavo ganho pelo ex-presidente com palestras e que Lula vive em um apartamento em São Bernardo do Campo desde a década de 1990. Onde estão os R$ 40 milhões?
Palestras
Após deixar a presidência da República, com aprovação de 87% e reconhecimento mundial, Lula fez 72 palestras para mais de 40 empresas. Entre elas Pirelli, Itaú e Infoglobo. Em todas as palestras foram cobrados os mesmos valores. Todas foram realizadas, e a comprovação de tudo relacionado as palestras já está na mão do Ministério Público do Distrito Federal e do Paraná. A imprensa deu a entender que a Odebrecht teria "inventado" essas palestras. Isso não foi dito de forma alguma mesmo nos depoimentos, que indicaram que as palestras eram lícitas e legítimas. E a Odebercht não foi a primeira empresa, nem a segunda, nem a terceira a contratar palestras de Lula. Microsoft, LG e Ambev, por exemplo, contrataram palestras pelos mesmos valores ANTES da Odebrecht. Segue a relação completa de paletsras entre 2011 e 2015: http://institutolula.org/uploads/relatoriopalestraslils20160323.pdf
A legislação brasileira não impede que ex-presidentes deem palestras. Não impediria que eles fossem diretores de empresa, o que Lula nunca foi. 
Ajuda ao filho
Após deixar a presidência Lula não é mais funcionário público. Mesmo considerando real o relato de delatores que precisam de provas, Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar relatam que a ajuda para o filho de Lula iniciar um campeonato de futebol americano foi voluntária e após diversas conversas e análises do projeto. A expressão inserida em depoimento de "contrapartida"  de melhorar as relações entre Dilma e Marcelo Odebrecht  é genérica e de novo, mesmo que fosse real, não incide em nenhuma infração penal. Em 2011, anos dos relatos, Lula não ocupava nenhuma função pública. 
A liga de futebol americano existiu e não teve a participação ou sequer o acompanhamento de Lula. Os filhos do ex-presidente são vítimas há anos de boatos na internet de que seriam bilionários. Tiveram suas contas quebradas e atividades analisadas. E não são nem bilionários, nem donos de fazendas ou da Friboi.            
Frei Chico
De novo, mesmo considerando o relato dos delatores, que necessitam de provas, eventual relação entre a Odebrecht e o irmão de Lula eram relações privadas. Lula não tem tutela sobre seu irmão mais velho e não solicitou ajuda a ele, nem cuidava de sua vida. Não há relato de infração, nem de contrapartida, nem de que tenha sido o ex-presidente que tenha solicitado qualquer ajuda ao irmão.
Carta Capital
A breve menção a revista indica que Lula falou para Emílio Odebrecht ver o que poderia fazer e se poderia fazer algo para ajudar a revista, novamente após ter deixado a presidência da República. A relação entre dois outros entes privados  (Carta Capital e Odebrecht) não tem qualquer contato com Lula a partir disso e o pedido de verificação se poderiam anunciar na revista não implica em nenhum ilícito. Os executivos da Odebrecht mencionaram que o grupo prestou ajuda a diversos outros veículos de imprensa, podendo ser citado como exemplo o jornal O Estado de S.Paulo.
Angola
O depoimento de Emílio Odebrecht indica que os serviços contratados da empresa Exergia, para prestar serviços em Angola, foram efetivamente prestados. A Exergia tem como um dos seus sócios Taiguara dos Santos, filho do irmão da primeira esposa de Lula. Se posteriormente a queda de serviços em Angola houve um adiantamento de recursos entre as duas partes privadas, ele não teve qualquer envolvimento do já ex-presidente, nem isso é mencionado nos depoimentos. Lula jamais recebeu qualquer recurso da empresa Exergia ou de Taiguara, e isso já foi objeto de investigação da Polícia Federal, que não achou nenhum recurso dessa empresa nas contas de Lula.
Esse caso já é analisado em uma ação penal na Justiça Federal de Brasília. Comprovando-se a verdade dos depoimentos dos delatores, a tese da ação penal se mostra improcedente, a acusação de que não houve prestação de serviços e que eles seriam algum tipo de propina ou lavagem cai por terra. Ou seja, nesse caso os depoimentos não só não indicam qualquer crime como inocentam Lula nessa ação penal.
Doações eleitorais
O depoimento de Emílio Odebrecht é explícito ao dizer que nunca discutiu valores ou forma de doações eleitorais com o ex-presidente Lula. Lula não cuidava das finanças de campanha ou partidárias.
O PT e o ex-presidente sempre defenderam o fim de qualquer financiamento privado de campanhas eleitorais. Mas o Supremo Tribunal Federal só determinou o fim de contribuição de pessoas jurídicas em 2015.
O ex-presidente nunca autorizou ninguém a pedir doações de qualquer tipo em contrapartida de atos governamentais de qualquer tipo.
Estádio do Corinthians
Mesmo tomando como verdade os relatos de delatores, não há nenhum ato ilegal relatado do ex-presidente em relação ao Estádio Privado do Sport Club Corinthians. Em 2011 havia o risco de São Paulo ficar fora da Copa do Mundo. O ex-presidente sempre defendeu o uso do Estádio do Morumbi, como registrou publicamente o falecido presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, mas em 2011 esse estádio foi vetado pela FIFA.O estádio do Corinthians de fato era um projeto menor. Com a possibilidade de sediar a abertura da Copa, o Corinthians construiu um estádio maior. O estádio, e isso é óbvio, não é do Lula, mas do Corinthians. Não só tem público lotado constantemente como a Rede Globo, empresa privada com fins lucrativos, já até usou o estádio vazio como estúdio dos seus programas de TV. 
Lula e a presidência
Lula é considerado em todas as pesquisas o melhor presidente brasileiro de todos os tempos, mesmo com a intensa campanha midiática contra ele. Lula também é o único presidente da história da República de origem na classe trabalhadora, nascido na miséria do sertão nordestino, migrante criado pela mãe. O único que superou todas essas condições adversas para ser o presidente que mais elevou o nome do Brasil no mundo.
Lula sempre agiu dentro da lei e a favor do Brasil antes, durante e depois da presidência, quando voltou para o mesmo apartamento que residia em São Bernardo do Campo antes de ir para Brasília.
Não foi só a Odebrecht que cresceu durante o governo Lula. A grande maioria das empresas brasileiras, pequenas, médias e grandes, cresceram no período. Milhões de empregos foram gerados e a pobreza e fome reduzidas de forma inédita no país. Foi todo o Brasil que cresceu no período de maior prosperidade econômica da democracia brasileira.
É hora de perguntar a quem interessa destruir Lula, quando o ex-presidente se posiciona contra o fim dos direitos trabalhistas e previdenciários. A quem interessa destruir Lula, quando o patrimônio brasileiro - reservas minerais na Amazônia, o pré-sal, estatais - são colocados a venda a preço de banana? A quem interessa quem interessa reescrever a biografia do maior líder popular do país?

Fonte: Texto retirado do Blog do Márcio Kerbel

segunda-feira, 24 de abril de 2017

VERGONHA: GOVERNO PERDOA DÍVIDA DO BANCO ITAÚ


O presidente golpista Temer continua a curtir com a cara do povo brasileiro, mesmo depois de diversos membros do seu governo aparecer em diversas listas das delações premiadas e com apenas 9% de aprovação popular, agora, perdoou R$ 25 bilhões de sonegações do Banco Itaú relativos à valorização da própria instituição financeira devido à fusão com o Unibanco. 

A decisão foi tomada pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) do Ministério da Fazenda, por 5 a 3 votos. Isto é a maior prova de todo esforço em patrocinar o golpe. Banqueiros e empresários estão agora cobrando a conta do golpe e com o dinheiro do povo.

Falam tanto em déficit da previdência, na falta de dinheiro para investimentos no social e por isto precisam privatizar e cortar direitos dos trabalhadores, mas é muito incoerente o governo abrir mão de R$ 25 bilhões para o banco. Uma quantia gigantesca como esta fará falta para à Previdência Social. Assim não tem Previdência que aguente.  

Entenda melhor
A fusão gerou ganho de capital de R$ 17 bilhões. Isso porque em 2008 os acionistas do Unibanco receberam ações em duas etapas: primeiramente do Itaú e depois da Itaú Holding. As ações foram emitidas pelo Itaú por R$ 12 bilhões, mas o banco dos Setúbal recebeu R$ 29 bilhões ao repassar estes papéis aos acionistas do Unibanco.
Todo contribuinte pessoa física paga imposto, por exemplo, sobre a valorização de um imóvel quando da sua venda. Mas o Itaú não paga R$ 25 bilhões ao Fisco e à Previdência, pela sua valorização.
Esta decisão do Carf é um verdadeiro escárnio com o povo brasileiro, castigado por medidas duras do governo que têm como objetivo cortar direitos.
Vale lembrar que, não por acaso, pelo menos dois banqueiros estão em postos-chave da administração Temer: Henrique Meireles, no comando do Ministério da Fazenda, ao qual o Carf é subordinado, e Ilan Goldfajn, no Banco Central.
A Procuradoria da Fazenda vai recorrer da decisão. A cobrança de tributos sobre a fusão do Itaú e do Unibanco é o processo de maior valor que tramita no Carf. Em julho do ano passado, a Operação Zelotes da Polícia Federal (PF) prendeu o ex-relator do processo sob a acusação de que ele tinha cobrado propina do Itaú para votar a favor do banco.

Fonte: bancários rio




domingo, 23 de abril de 2017

BOM DOMINGO!


Uma imagem antiga do Calçadão de Copacabana, na Cidade do Rio de Janeiro, para desejar a todos um BOM DOMINGO!

sábado, 22 de abril de 2017

AS SEMIFINAIS DO CARIOCA

Começam hoje as semifinais do Campeonato Carioca, num regulamento tão confuso que normalmente, a grande final deveria ser entre Fluminense (Taça Guanabara) e Vasco (Taça Rio), mas os dirigentes inventaram uma semifinal achando que ganhariam mais renda. Mas o tiro saiu pela culatra e o campeonato perdeu todo o interesse do torcedor.]

O que valia era chegar entre os quatro primeiros na puntação geral da competição, ganhar a Taça Guanabara ou a Taça Rio, valeu pelo dinheiro e pela taça em si, mais nada. Agora que o campeonato começa a ter importância, ele está perto de acabar. Este é o regulamento dos "gênios" da FFERJ.

Mas vamos as semifinais. Como o Fluminense e o Flamengo tiveram a maior puntuação 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

PESQUISA DE LULA LEVA GOLPISTAS AO DESESPERO


Mesmo com uma grande crise política no país, com um presidente ilegítimo e com uma aprovação popular de apenas 9%, os golpistas continuam a todo vapor implementando as políticas para entregar de vez o país aos grandes capitalistas nacionais e até internacionais.

Este governo em pouco tempo, já entregou a maior riqueza do país, o Pré-Sal, para as petrolíferas multinacionais, tirando da Petrobrás a exclusividade na exploração e produção. Já aprovou o Projeto de Lei, que autoriza as empresas a terceirizarem suas atividades fins, precarizando as relações de trabalho e tirando uma série de direitos da classe trabalhadora. 

Se não bastasse, isto tudo, os golpistas, com apoio velado da grande mídia, implementam o trator e aprovam a toque de caixa, as Reformas da Previdência e Trabalhistas, que retira direitos fundamentais da classe trabalhadora, como a aposentadoria, férias e FGTS. Só na Reforma Trabalhista, são 111 itens que estão sendo alterados por este Congresso marcado pela lama da corrupção.

Dia 28 de abril, as Centrais Sindicais convocam toda a população e se levantar e participar da GREVE GERAL CONTRA AS REFORMAS DO GOVERNO TEMER. Não se deixe levar pelo discurso que todos são iguais, assim ficando na letargia e sem reação. É isto que os golpistas querem, que você não reaja a retirada de seus direitos.

Além disto, a classe dominante deste país, luta para destruir a biografia do maior presidente da história deste país, que largou o Brasil com milhões de empregos gerados e com uma aprovação popular de 87%. É isto que eles temem do Lula.

A CUT, divulgou pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi, que mostra o ex-presidente Lula vencendo as eleições presidenciais, já no primeiro turno. A pesquisa que foi realizada no início de abril, Lula tem de 44% a 45% dos votos válidos, contra 32% a 35% da soma dos adversários.

O Lula é o candidato mais citado espontaneamente na pesquisa. Ele tem 36% das intenções de voto. Dória surgiu com 6% das intenções. Aécio Neves (3%), Marina (2%), FHC (1%) e Alckmin (1%). 8% disseram que votariam em outros candidatos. Bancos e Nulos, 14%.Não sabe ou não responderam foram 29%.

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, "quanto mais brasileiros conhecem o presidente ilegitimo e golpista Michel Temer, mais avaliam seu desempenho como ruim ou péssimo (65%) e mais sentem saudades do ex-presidente Lula.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

HOJE TEM O INCRÍVEL BOTAFOGO


Hoje o incrível Botafogo de Jair ventura, volta a campo, agora será a vez do Barcelona do Equador enfrentar o comprometimento da equipe alvinegra. Será a disputa pela liderança e uma vitória deixará o Botafogo praticamente com a vaga carimbada para as oitavas de final. 

O jogo será na casa do adversário, mas a equipe do Jair ventura já superou diversos obstáculos. A torcida comprou o barulho e já pede abertura das vendas de ingressos para as partidas de volta da Libertadores, no Estádio Nilton Santos, contra o próprio Barcelona e o Atlético Nacional, a expectativa é que a equipe chegue na argentina com a classificação no bolso.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

CHARGE: SEM COMPAIXÃO


A charge feita pelo Myrria, para o  retrata bem a forma como o governo golpista está tratando a Reforma Trabalhista. Os trabalhadores serão transformados em escravos para seus patrões aumentarem seus lucros.

terça-feira, 18 de abril de 2017

DÍVIDA PÚBLICA DEVE ULTRAPASSAR A 80% DO PIB

A imprensa brasileira vem até se esforçando para tentar passar uma imagem que o Brasil está crescendo, assim deixar uma mensagem que o golpe valeu a pena. Mas o que aconteceu é que apostaram na crise econômica para facilitar a retirada do PT do poder, mas não apostaram que a economia iria para um buraco tão fundo e agora não conseguem achar a saída.

O maior sinal que o país não consegue se recuperar é que sua dívida pública deve ultrapassar a marca de 80% do PIB.

O Fernando Henrique Cardoso assumiu o país com uma dívida pública de 34% do PIB, privatizou boa parte do patrimônio público, duplicou a dívida externa, deixou milhões de desempregados e quebrou o país três vezes, quando recorreu a empréstimos ao FMI (Fundo Monetário Internacional). Deixou o Brasil com a dívida pública no patamar de 76%. Mas a imprensa a época dizia que ele modernizou o país

O Lula assumiu o país e recapitalizou a Petrobrás, transformando na segunda maior petrolífera do mundo, pagou a dívida externa, sem entregar nenhum patrimônio do povo para isto. Mesmo a imprensa dizendo que a gastança do PT quebrou o país, Lula entregou o Brasil, com uma dívida pública menor em 13%, no patamar de 63% do PIB. O quadro acima explica bem como foi a evolução da dívida pública nos últimos anos.

Em 2014, o déficit público, no governo Dilma, foi somente de R$ 17 bilhões e a imprensa dizia que o país estava quebrado. Agora, no governo Temer, o déficit público, chegou a R$ 26 bilhões, somente em fevereiro de 2017. è assim que a imprensa diz que os golpistas estão consertando a economia.

Os governos do PT, foram os que mais investiram no social, em toda a história do Brasil, mesmo assim teria entregado o país com um endividamento menor do que recebeu do FHC, o queridinho da classe dominante e da imprensa.

A pauta econômica defendida pelos economistas da Globo News, é a causadora desse desastre que só foi possível com o golpe de retirar do poder uma presidenta legitimamente eleita. A credibilidade só vai voltar a hora que o povo puder escolher seu novo comandante de forma democrática. 

O professor da Universidade Federal de Juiz de Fora, Gustavo Castañon, disse: "Só completos ignorantes podem achar que foi a roubalheira em obras que quebrou o país, com um governo que não investe nem 4% do PIB. A única roubalheira que quebra esse país a 22 anos são as taxas de juros mais altas do mundo."

Fonte: Instituto Lula e Tijolaço 

segunda-feira, 17 de abril de 2017

BOTAFOGO ULTRAPASSA A 30 MIL SÓCIOS TORCEDORES


O Botafogo ultrapassou a 30 mil sócios torcedores, na última segunda-feira (10) e bateu uma marca que o clube ainda não tinha alcançado. Existe muita estrada para o crescimento do programa, basta a direção apostar mais na comodidade do torcedor e criar novos atrativos, como o voto do Sócio Torcedor para presidente do Clube.

O principal atrativo no quesito comodidade é o Estádio Nilton Santos, melhorando a chegada e a saída dos torcedores. O clube pode fazer um convênio com a Fetranspor e criar linhas de ônibus para os dias de jogos saindo de diversos pontos da cidade, com prioridade aos Sócios Torcedores, saindo do calçadão de Campo Grande, da Ilha do Governador, Jacarepaguá, Zona Sul, Bonsucesso, Bangu. Além de melhorar a saída de Trens (que já melhorou bastante) com a Super Via. As entradas exclusivas já estão em funcionamento. 

Promoções durante os intervalos dos jogos, nos treinos e nas partidas, como aconteceu contra o Volta Redonda, onde o Sócio Torcedor poderá levar um convidado. Com um estádio próprio e com uma crescente adesão ao programa, a direção tem que trabalhar para aumentar o afluxo ao Estádio Nilton Santos, assim as rendas com bares e estacionamento aumentarão consideravelmente.

DEMOCRACIA

Outro forte atrativo é o voto para presidente, que vem sendo defendido pela Frente Alvinegra, grupamento político interno que faço parte. Em breve vou detalhar a proposta da atual direção e da Frente Alvinegra.

O que você está esperando? Seja Sócio Torcedor!

domingo, 16 de abril de 2017

sábado, 15 de abril de 2017

BOTAFOGO SUPERANDO TODOS OS LIMITES

No início do campeonato brasileiro de 2016, o Botafogo era apontado como virtual rebaixado, pelas fragilidades do elenco e a falta de recursos para investimentos. Realmente a equipe começou muito mal o campeonato, chegou a frequentar a zona perigosa e até segurou a lanterna. Mas ai veio a improvável virada, com a saída do técnico Ricardo Gomes e a efetivação do Jair Ventura, muito questionada pela torcida na época. Alguns perguntavam que era uma aposta perigosa, por causa da situação difícil na tabela de classificação.

Um novo rebaixamento poderia significar o fim de uma potência no futebol brasileiro. Mas o Botafogo demonstrou que é invencível e teve uma recuperação surpreendente no campeonato brasileiro e conseguindo a sua classificação para a Copa Libertadores.

A equipe conseguiu a classificação para a 2ª fase da competição. As bolinhas do sorteio foram duras com o alvinegro e colocou no seu caminho os tradicionais, Colo Colo do Chile e o Olímpia do Paraguai. Na imprensa poucos apostavam que o clube conseguiria passar pelas duas fases e chegar a fase de grupos, onde outras equipes brasileiras já estavam classificadas. Inclusive a Rede Globo de Televisão, programou a sua grade de transmissões sem o Botafogo, tanto que o clube não joga nenhuma partida numa quarta-feira, sempre as terças ou quintas.

Mas o Botafogo criou uma grande sinergia com sua apaixonada torcida, eliminou o Colo Colo e Olímpia. Caiu no grupo mais difícil da fase de grupos, com o atual campeão da competição, Atlético Nacional da Colômbia, o tradicional Estudiantes da Argentina e o maior time do Equador, o Barcelona. Vieram as duas primeiras rodadas e poucos apostavam que o time conseguiria superar as contusões e suas limitações, chegando ao primeiro lugar depois de vencer o Estudiantes, em casa, e Atlético Nacional, na Colômbia.

O time é aguerrido, comprometido, mas é inegavelmente bem armado pelo Jair Ventura, a cada substituição o time não perder sua postura em campo. A equipe não corre em vão e isto é muito importante para o futebol atual.

Agora é o time manter na cabeça suas limitações e com isto, seu comprometimento. Apesar da boa campanha, o Botafogo ainda terá 12 partidas até o sonhado título do continente. Deste time eu não duvido de mais nada, agora o apoio da torcida deverá aumentar e será fundamental para o futuro da equipe na competição.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

A TV DOS TRABALHADORES AGORA NO CELULAR


TVT, experiência de comunicação inovadora como primeira rede de televisão sob gestão dos trabalhadores – em vez de controlada por grupos econômicos ou empresas familiares – já pode ser assistida também por dispositivos móveis. Lançado na última segunda-feira (10), o aplicativo TVT de Bolso está disponível para smartphones e tablets com sistemas operacionais Android (Google) e iOS (Apple). 
Com o aplicativo, o usuário pode acompanhar a programação da emissora ao vivo, simultaneamente à TV Aberta, de qualquer lugar do Brasil e do mundo. Com a TVT de Bolso, também é possível assistir a todos os programas da emissora na hora que quiser, On Demand, com conteúdos comprometidos com a democracia, a justiça social e a construção diária da cidadania e de uma sociedade mais justa e igualitária.
Com a novidade, a Rede TVT amplia seu alcance, e complementa suas ações na internet: desde o ano passado, o Seu Jornal e outros programas também contam com transmissão simultânea no Facebook. Também é possível assistir pelo site tvt.org.br.
Na TV aberta, a TVT está no canal 44.1 para a grande São Paulo; no ABC, pelo canal 12 da NET; em Mogi das Cruzes, pelo canal 13 da NET e pelo 46 do UHF. Pela parabólica, para todo o Brasil, direcione a sua antena para o satélite Star One C3, frequência 3851 – Symbol Rate 6247 , polaridade vertical. 

quinta-feira, 13 de abril de 2017

HOJE TEM BOTAFOGO!

Hoje o Botafogo tem um importante compromisso na Libertadores, contra o Atlético Nacional da Colômbia, fora de casa. O Glorioso disputa duas vagas no grupo mais equilibrado e uma vitória hoje é fundamental para as prentenções alvinegras na competição. 

O Barcelona do Equador surpreende no grupo e venceu as duas primeiras partidas, contra o próprio Atlético Nacional, em casa e o Estudiantes na Argentina. Uma vitória os dois ficariam com 6 pontos e encaminhariam bem a classificação para as oitavas de final.

O que deixa a torcida do Botafogo preocupada é o número de desfalques do time para esta partida. Sem um lateral de ofício, sem o Ailton, que vem sendo a segurança na marcação e Montillo. Mas como o time vem surpreendendo na competição, a torcida não pode desacreditar no triunfo na Colômbia.

Vai com tudo Botafogo!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

O BOTAFOGO VIROU A CHAVE


O Botafogo virou a chave depois da boa vitória contra o Fluminense e a consequente classificação para a final da Taça Rio, no próximo domingo, quando deverá jogar com um time reserva. Agora é pensar na Copa Libertadores, onde vai enfrentar uma parada duríssima na Colômbia, contra o atual campeão da Libertadores, o Atlético Nacional.

O time colombiano subiu de produção neste período da parada da competição, venceu quatro das cinco partidas disputadas. Mas o Botafogo também ganhou fôlego e entrosamento e certamente virá melhor condicionado que o jogo contra o Estudiantes da Argentina, apesar de alguns desfalques.

O Botafogo precisa voltar ao Brasil com pelo menos 3 pontos na bagagem, nos dois jogos que terá pela frente, Atlético Nacional/COL e Barcelona/EQU, se não quiser complicar sua vida na Libertadores. Se fizer este dever, o Botafogo pode decidir sua vaga antes da última rodada, quando vai enfrentar o Estudiantes na Argentina. O alvinegro não pode cometer o erro de 2014, quando deixou para decidir a vaga na casa do adversário (San Lorenzo/ARG), quando perdeu por 3x0 e a vaga nas oitavas de final.

Vamos Botafogo!


terça-feira, 11 de abril de 2017

APOSENTÔMETRO

A Central Única dos Trabalhadores lançou uma ferramenta que você pode calcular quanto tempo falta para a sua aposentadoria e perceber o tamanho do prejuízo com a Reforma da Previdência, proposta pelo (des) governo Temer.

O projeto tenta aumentar a idade mínima para 65 anos, tanto para homens, como para as mulheres, do campo ou da cidade; e aumenta o tempo de contribuição de 15 anos para 25 anos. São propostas na verdade, tem como único objetivo inviabilizar que ampla parcela dos trabalhadores consigam se aposentar.

A ferramenta chamada APOSENTÔMETRO irá informar ao trabalhador quanto tempo lhe resta para aposentar nas regras atuais e como ficará se a proposta da reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso.

Clique aqui e tenha acesso a calculadora feita pela CUT e o DIEESE.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

MÍDIA TENTA ESCONDER CAOS ECONÔMICO

A crise econômica é grande e os grandes meios de comunicações tentam de todas as formas esconder os assustadores indicadores, tentando passar uma imagem de melhora para proteger o (des) governo Temer, que a cada dia faz o que a classe dominante deseja.

Mas a realidade que a mídia tentar passar é bem diferente do cotidiano das maioria da população. Queda na renda e aumento do desemprego é isto que os trabalhadores estão assistindo, por culpa de uma classe que levou o país ao fundo do poço para impor sua vontade política, de tirar do poder o projeto que ousou em inverter as prioridades econômicas do Brasil.

A mídia, esconde que a economia brasileira caminha de volta ao século passado, tanto na relação do trabalho, como nos índices econômicos. O "tal" Ponte para o Futuro, projeto do PMDB, caminha para acabar com a soberania social e o estado social. Hoje, o (des) governo Temer reza na cartilha dos banqueiros e o Brasil volta a concentrar riqueza, em detrimento de uma grande massa de trabalhadores, que perderá seus direitos trabalhistas, facilitando ainda mais o acumulo da riqueza por alguns poucos.

O Brasil congela investimentos e retira direitos, isto é uma loucura, diz o Senador Roberto Requião do próprio partido do presidente golpista. Numa economia onde o consumo é super importante, como sair da recessão se os trabalhadores perdem renda? Quem vai fazer a economia girar de forma virtuosa novamente, como aconteceu no governo Lula?

Consumo, leva no aumento da produção industrial, que aumenta a geração de empregos, que gera renda e que aumenta o consumo, é assim que a economia gira. Mas a grande mídia defende uma cartilha econômica que já afundou o país algumas vezes, diminuem a inflação através da recessão, do desemprego e na diminuição da renda. A mídia fala que a inflação está caindo, mas esconde o real motivo. O Desemprego e o desespero de milhares de famílias que não tem como consumir e sobreviver.

O projeto dos donos da grande mídia brasileira, em 2002, era claro, derrotar o Lula. Diziam que a economia iria para o abismo com a vitória do petista. Depois tentaram cassar o  mandato do operário-presidente, em 2005, no caso da cobertura da ação penal 470, chamado de mensalão.

Fico imaginando como seria a cobertura do Jornal Nacional ou das manchetes do Jornais O Globo e Folha de SP e das revistas Veja e Época, se no lugar do governo Temer, fosse a Dilma? Com toda esta crise e com uma aprovação que não chega a 10%, seria uma carnificina e o incentivo para colocar milhões nas ruas.

Por preconceito de classe - um operário dirigindo seu país, isto é o fim do mundo - a classe dominante levou o Brasil ao fundo do poço e agora a economia não consegue se reerguer, afinal o tombo foi muito grande para tirar uma presidenta legitimamente eleita.

Agora vários setores produtivos do país estão na lona, arrependidos e sem saída. O desmonte da industria nacional é visível. Diversas atribuições do setor produtivo nacional estão sendo entregues a preço de banana para o capital internacional. O nosso pré-sal escorre pelos dedos e o Jornal O Globo tenta enganar a população que o Brasil vai ganhar com isto. Estamos na verdade doando o nosso passaporte para um futuro melhor e mais justo.

Quem ganhou com o impeachment da Dilma? Os banqueiros e o Judiciário saíram muitos empoderados com a derrubada da presidenta, mas o "Pato"... 

Enquanto isto a grande mídia vem fazendo o seu papel de ludibriar a opinião pública, mas até quando?

domingo, 9 de abril de 2017

BOM DOMINGO!

Elevado do Joá, com o Morro 2 Irmãos ao fundo.

Linda imagem da Cidade Maravilhosa para desejar a todos um BOM DOMINGO!

sábado, 8 de abril de 2017

CENTRAIS SINDICAIS E MOVIMENTOS SOCIAIS CHAMAM GREVE GERAL DIA 28


Depois das manifestações que aconteceram em todo o país, na sexta-feira (31/03), contra as reformas do governo Temer, agora as Centrais Sindicais e diversas entidades do movimento sociais, chamam a GREVE GERAL para o dia 28 de abril.

A luta contra a reforma da previdência e a reforma trabalhista são as principais bandeiras da Greve Geral. O que resta ao trabalhador é a sua disposição de luta. A quadrilha que tomou conta do país quer rasgar todos os direitos dos trabalhadores e entregar as riquezas do povo brasileiro. 


Reforma da Previdência



Faixas e cartazes lembram que se for aprovada a Reforma da Previdência, os trabalhadores e trabalhadoras vão amargar a idade mínima de 65 anos para se aposentarem, depois de meio século de contribuições ao INSS; a pensão por morte será 50% do valor integral e o trabalhador rural – que aposenta aos 65 anos, mesmo sem contribuir – passaria a contribuir com o INSS, com parte de sua minguada colheita.
As mulheres sofreriam consequências mais duras, pois perdem a prerrogativa de contribuírem menos como compensação pela dupla jornada. Nas regiões onde a expectativa de vida é abaixo da média oficial (Norte e Nordeste), não haverá aposentados, mas trabalhadores mortos.



Reforma Trabalhista



A terceirização aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 22 de março rasgou a Carteira de Trabalho. A Reforma Trabalhista terá a tarefa de queimar os restos do documento. Além de enfrentar os baixos salários que serão pagos a partir da terceirização, a Reforma Trabalhista quer retirar direitos históricos como 13º salário, FGTS, aposentadoria, férias e outros.



A principal arma de que os trabalhadores dispõem para isso é a greve geral no dia 28 de abril. O que resta ao trabalhador é sua disposição para a luta. Esse atributo, o governo do miserável Temer e sua quadrilha não vai conseguir retirar. Por isso, as reformas da Previdência e Trabalhista devem ser barradas.


"Ao trabalhador só resta lutar, lutar e lutar. O governo Temer e parte dos deputados e senadores já disseram a que vieram. Desengavetaram, votaram e aprovaram o projeto da terceirização que estava esquecido desde de 1998. A categoria bancária tem motivos de sobra para lutar contra as reformas. A terceirização atinge em especial os bancários e bancárias. Os banqueiros estiveram o tempo todo fazendo lobby, pressionando os deputados a aprovarem esse crime contra nós, trabalhadoras e trabalhadores. Só nos resta lutar. A começar pela greve geral no dia 28 de abril", disse a presidenta do Sindicato dos BancáRios, Adriana Nalesso.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

A GRANDE FINAL DA COPA BANCÁRIA


Neste sábado - 08 de abril - vamos conhecer o grande campeão da Copa Bancária Rio 2016/2017. Uma equipe do Bradesco (Siqueira Campos) e outra do Itaú (Brahmeiros), farão a grande final. O Itaú Brahmeiros vai enfrentar o tradicional time do Bradesco Siqueira Campos, no campo do "Pereirão", que fica na Sede Campestre dos Bancários, em Jacarepaguá. 

A disputa do 3º lugar, será entre o Real União e a surpresa da competição, o Sindicato União. Os jogos começam às 9 horas. O endereço da grande final é na Rua Mirataia, 121, Jacarepaguá.

Arte: Bernardo - Facebook: B Four Designs

quinta-feira, 6 de abril de 2017

FHC ADERE AO FICA TEMER


Embora 79% dos brasileiros não confiem em Michel Temer, que é rejeitado pela ampla maioria da população brasileira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que foi um dos principais articuladores do golpe de 2016, anunciou publicamente sua posição: continua sócio do golpismo; "Já temos tantas dificuldades hoje, o Congresso ainda vai eleger uma pessoa pra ser presidente por um ano? É mais confusão", disse FHC; um dos riscos, segundo ele, é a "fuga de investidores"; "A percepção das pessoas, especialmente dos investidores é: vamos ter outro problema no Brasil? Eles se retraem", afirmou; "O Brasil está há muito tempo de pernas para o ar, está começando a assentar um pouco. Levar muito tempo em um julgamento que põe em risco a situação vigente tem consequências negativas"; no entanto, ao contrário do que diz FHC, o golpe, fruto da aliança PMDB-PSDB, já produziu uma queda de quase 10% do PIB brasileiro

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que uma eventual cassação de Michel Temer por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com uma posterior eleição indireta pelo Congresso, resultaria em mais "confusão" para o Brasil. "Já temos tantas dificuldades hoje, o Congresso ainda vai eleger uma pessoa pra ser presidente por um ano? É mais confusão", disse FHC em entrevista à Rádio CBN.
Segundo ele, o julgamento da ação que pode resultar na cassação da chapa Dilma-Temer traz consigo riscos para o País, com destaque para a economia. "A percepção das pessoas, especialmente dos investidores é: vamos ter outro problema no Brasil? Eles se retraem", afirmou o tucano. "O Brasil está há muito tempo de pernas para o ar, está começando a assentar um pouco. Levar muito tempo em um julgamento que põe em risco a situação vigente tem consequências negativas", avaliou.
Na entrevista, FHC defendeu, ainda, a aprovação de uma cláusula de barreira para os partidos políticos e a proibição de coligações nas eleições proporcionais. "Quem paga a democracia? Os parlamentares estão pedindo que o contribuinte pague, através do fundo partidário. Os países que têm fundo partidário tem quatro, cinco ou seis partidos. Aqui tem 30 e poucos. Não há dinheiro que possa dar conta de 30 e poucos partidos", disparou.
O ex-presidente também afirmou que o PSDB não definiu quem será o candidato do partido nas próximas eleições presidenciais. "Não se sabe ainda o resultado da Lava Jato, quem para em pé, quem não para em pé", disse. Sobre o crescimento do atual prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), FHC destacou que "em uma certa altura, eu disse a ele [Doria] que não acreditava que ele convencesse (os eleitores). Convenceu. Agora é o balão que está subindo. Se subir, subiu. O PSDB tem que ter o pé no chão, quem decide no fundo no fundo quem vai ser o candidato não somos nós, é o eleitorado", completou.

fONTE: BRASIL 247



quarta-feira, 5 de abril de 2017

TAÇA RIO VALE ALGUMA COISA?


Olhe bem o que fizeram com o Campeonato Carioca. Os dirigentes já inventaram diversos regulamentos malucos, mas em 2017 eles se superaram e fizeram um regulamento que uma equipe pode ganhar a Taça Guanabara e a Taça Rio, mesmo assim não será a campeã e ainda pode ser eliminada numa semifinal, que tem um jogo único.

Não satisfeitos, os dirigentes criaram uma fórmula que os times vão jogar uma semifinal da Taça Rio (acima) e independente dos resultados, já sabemos os semifinalistas do Campeonato Carioca. Fico imaginando o que os portugueses devem falar disto.

As semifinais que não valem nada, já estão definidos os dias e locais dos jogos. O Botafogo joga no estádio Nilton Santos, contra o Fluminense, domingo às 16 horas. O vasco joga contra o Flamengo, sábado, às 18:30, no Maracanã.

Além do dinheiro da premiação de R$ 850,00 mil para o campeão e mais R$ 150 mil para os semifinalistas, o que vale a Taça Rio?

terça-feira, 4 de abril de 2017

FRUSTRAÇÃO PARA OS CICLISTAS E DOR DE CABEÇA PARA A PREFEITURA


Uma obra super esperada por quem gosta de pedalar, virou uma dor de cabeça para a prefeitura e frustração para os ciclistas. A parte da Ciclovia Tim Maia, no Av. Niemeyer ainda continua interditada e sem prazo para abertura.

Com problemas estruturais o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro, indicou que a ciclovia precisa de de algumas intervenções para reabrir, mesmo que o trecho que foi atingido já tenho sido refeito.

O presidente do Crea, Reynaldo Barros, pontuou que o problema determinante para a tragédia foi a falta de fixação para as bandejas, que estavam apenas posicionadas sobre os pilares de sustentação. Os problemas identificados no laudo divulgados hoje (28) não interferiram no incidente.

"Não foram esses problemas que determinaram o acidente. Foi o impacto da onda, em função das características da obra. Os tabuleiros eram apenas apoiados. A onda ofereceu um impacto de baixo para cima e virou o tabuleiro," disse.

O local do acidente já foi refeito, mas, segundo o Crea, foram encontrados sinais de fratura do concreto na ligação das vigas com os pilares, o que pode ser resultado de um longo trecho sem intervalos para a dilatação do material, já que os vãos entre as bandejas foram unificados no reparo. O trecho também tem pontos de corrosão por falta do cobrimento adequado dos materiais.

Na ciclovia, o Crea identificou que a maioria dos blocos de fundação já apresenta fissuração considerável devido à incompatibilidade dos materiais com o ambiente agressivo. "Esta degradação comprometerá a integridade e a segurança da estrutura em curto prazo", alertou o texto utilizado na apresentação do Crea, que recomendou a interdição da ciclovia ao menos até agosto para que sejam feitos os reparos.

As juntas de dilatação também apresentam problemas, como a falta de vedação suficiente e a inexistência de uma abertura mínima que permita a movimentação dos materiais. Em alguns trechos, a vedação foi feita com madeira, que já apresentava sinais de apodrecimento. As juntas são necessárias para que as variações de temperatura não comprometam a estrutura.

Materiais pré-fabricados utilizados na obra também apresentam muitos pontos de corrosão, por não terem recebido o cobrimento de concreto adequado. "Este fato compromete de forma muito intensa a durabilidade da obra em primeiro plano, e sua segurança ao longo do tempo", diz o Crea.