terça-feira, 29 de julho de 2014

CESSAR-FOGO IMEDIATO NA FAIXA DE GAZA

O conflito entre Israelenses e palestinos precisa de uma intervenção internacional urgente, ou vamos assistir um massacre que Israel queria fazer a muito tempo e agora arrumou a desculpa. Nada justifica uma agressão tão desproporcional ao território palestino, que vem matando mulheres e crianças na Faixa de Gaza.

A continuidade do conflito pode significar uma grande e duradoura instabilidade no Oriente Médio e que não será bom para nenhuma nação. O governo brasileiro, através da presidenta Dilma Rousseff, se posicionou de forma correta ao exigir o imediato cessar-fogo. Desde o início, o Brasil condenou tanto o lançamento de mísseis contra Israel, como também o uso desproporcional da força israelense que resultou num elevado número de vítimas civis, segundo Dilma. Ela defende que o diálogo pela paz na região do Oriente Médio passa pelo reconhecimento e construção dos Estados de Israel e da Palestina.

“Consideramos que para a estabilidade da região e até para a segurança de Israel, a existência dos dois Estados é precondição. Acreditamos que o conflito israelo-palestino é um conflito que tem um potencial de desestabilizar toda aquela região. Por isso, reiteramos essa questão do cessar-fogo imediato, abrangente e permanente”, frisou a presidenta.

2 comentários:

  1. O pais que não consegue cessar roubo em recidencias assalto a luz do dia estrupo dentro de coletivo a luz do dia no rio de janeiro .Quer dar palpite em Israel, hahaha la isto não acontece
    Sera que vão querer que Israel adote o quite guei tambem.

    ResponderExcluir
  2. Gostei do blog. " Dizem todas as religiões e filosofias que prestamos conta dos nossos atos, portanto, cuide mais de seu universo." Aline – http://youtu.be/BJC5dAvpf1Y?list=UUBvY_tI9xN0wVbBqJMxSr6g

    ResponderExcluir

Obrigado pela participação!