quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

NOVO DESAFIO

Estou assumindo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário - SEDES, da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e tenho a certeza que o resultado desta nomeação, feita pelo Prefeito Eduardo Paes, é fruto de uma construção coletiva, que não vem de agora.
 
Sei da importância que alguns atores tiveram neste processo, como os bancários, diversas lideranças comunitárias e sindicais, os parlamentares, direção e militantes do Partido dos Trabalhadores, de boa parte da atual equipe da SEDES. Mas queria fazer um agradecimento especial, ao companheiro e amigo, Marcelo Costa, que percebeu a importância do projeto da SEDES como indutor de inclusão social e gerador de trabalho e renda para os pequenos grupos produtores, sejam eles da Economia Solidária, ou do pequeno e médio empresariado. Nestes últimos quatros anos, projetos importantes foram realizados na sua gestão.
 
O Rio EcoSol, que foi realizado nas comunidades do Complexo do Alemão, Santa Marta, Cidade de Deus e Manguinhos, foi um marco da Economia Solidária na cidade. O projeto "Mulheres Construindo um Novo Rio" formou quase 600 mulheres na construção civil. O Circuito de Feiras Orgânicas vem oferecendo produtos sem agrotóxicos direto do produtor. O programa "Pólos do Rio", organizou e criou diversos Pólos Gastronômicos e comerciais em toda a cidade. Inaugurou a primeira loja da Economia Solidária no calçadão de Copacabana, em frente à rua Siqueira Campos. O projeto Geração Consciente estimulou jovens a usarem sua criatividade, através da fotografia, marketing e jornalismo. A revitalização do Mercado São Sebastião e do CADEG. A Lei da Economia Solidária, aprovada na Câmara dos Vereadores e que irá colaborar na organização de diversas atividades no município carioca, foram realizações da gestão de Marcelo Costa e de sua equipe.
 
Agora o desafio é continuar a fortalecer e crescer o trabalho da SEDES, como instrumento de organização social, fortalecimento da Economia Solidária, geradora de emprego e renda, fortalecimento do micro, pequeno e médio empreendedor, apoiar os Arranjos Produtivos Locais (APL's), enfim, ajudar a fortalecer a inclusão social, nas transformações que a nossa cidade vem passando. Tenho a certeza que estes desafios serão superados, com muito trabalho coletivo.

4 comentários:

  1. O trabalho é grande, o desafio é enorme. Atuar numa área em que o público alvo é pulverizado, a atividade econômica é muito variada, e as regiões assistidas compreendem toda a cidade exigirá dedicação, paciência, criatividade, articulação política no âmbito institucional e no social, e muitos recomeços.

    Desejo um infinito de sucessos ao companheiro Vinicius Assumpção em mais essa empreitada, cuja base de trabalho é a militância e a enorme compreensão sobre a cidadania, sentimentos que o Amigo carrega no peito com muito ardor.

    E quem sabe ainda pode até sobrar um tempinho pra ele assistir umas partidinhas de futebol do nosso querido e glorioso BOTAFOGO.

    Felicidades e bom trabalho, Vinicius!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, A luta continua! Os desafios são a melhor forma de mostrar, através de resultados, o que é bom para a sociedade e em particular para ""os de baixo".

    ResponderExcluir
  3. Parabéns e sucesso nessa nova empreitada.

    ResponderExcluir
  4. Carlos Eduardo´/Itaú8 de dezembro de 2012 20:31

    Tenho a certeza que você irá realizar um grande trabalho, sua honestidade, competência e carisma serão com certeza o motor que vai te levar para o sucesso.

    ResponderExcluir

Obrigado pela participação!