segunda-feira, 2 de junho de 2014

O BRASIL DE ANTES E AGORA: DESENVOLVIMENTO HUMANO

Toda segunda-feira estamos realizando um pouco das comparações de dois momentos da história do Brasil. Como o país estava em 2002, no final do Governo do Fernando Henrique Cardoso/PSDB e agora ao final do primeiro mandato da Presidente Dilma Rousseff/PT. São dados que a grande mídia esconde e evita fazer as comparações tão necessárias para que o povo brasileiro possa escolher com isenção o que é realmente melhor para o seu futuro, sem ódio ou rancor. Política não pode ser um jogo de torcidas, é preciso ter coerência, ética e transparência.

Hoje iremos falar sobre a evolução do Desenvolvimento Humano no país. Nos últimos anos o Brasil apresentou um avanço de 47,5% no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), este índice é calculado com base nos censos do IBGE e é composto de três indicadores, a longevidade, educação e renda. Na década de 90 o país tinha um índice chamado de "muito baixo" (0,493) e hoje chegou ao patamar de "alto" (0,727). Quanto mais próximo de 1,000, melhor o IDH.
 
O IDH Educação apresentou o maior crescimento (128,3%), mesmo sendo ainda o menor entre os três indicadores. Os que tem 18 anos ou mais, que tem o ensino fundamental, passou de 30,1% para 54,9%.  Entre os jovens de 18 a 20 anos de idade com o ensino médio completo passou de 13% para 41%.
 
IDH Renda, passou de 0,647 para 0,739 no período analisado. A Renda Mensal Per Capita aumentou de R$ 447,56 para R$ 793,87.
 
O IDH Longevidade, passou de 0,662 para 0,816 no mesmo período.  A expectativa de vida do brasileiro (a) cresceu de 64,7 anos para 73,9 anos.
 
Este é mais um assunto que mexe com a qualidade de vida do povo brasileiro e reparem que tudo melhorou no IDH e mesmo assim uma minoria insiste em dizer que o Brasil está ruim, que nada presta e que vivemos uma crise sem precedentes. Um verdadeiro absurdo que vai começar a cair por terra em breve. A mentira tem perna curta!

Um comentário:

  1. Parabéns pela matéria. Vou reproduzir!

    ResponderExcluir

Obrigado pela participação!